segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Vim aqui hoje só para contar pra vocês um pouquinho do que está se passando pela minha cabeça neste momento... Sabe aquela coisa da gente pensar que tudo é para sempre? Então... Eu pensava que as amizades continuassem para sempre. Hoje não tenho mais tanta certeza disso. Depois de certo tempo cada um vai para o seu lado, seja pelo destino, ou por algum desentendimento e segue a sua vida.

Talvez algum dia voltemos a nos encontrar, podemos nos telefonar, conversar algumas bobagens. Aí os dias vão passando, meses, anos, até este contato tornar-se cada vez mais raro.

E é por isso que gosto de conhecer pessoas novas. Os amigos de longa data quase já os conhecemos de cor e a nossa história quase se mistura com a deles. É a maratona da amizade. Quando nos ligamos a alguém que era desconhecido, há como que um salto em altura.

Gosto de te ter na minha vida, amigo novo. Um amigo novo faz-nos pensar em nós, em quem somos para nos apresentarmos e no que gostamos mais para poder partilhar. Depois, há o encontro de ideias, pensamentos, palavras e sentimentos.

Gosto de aprender algo de novo todos os dias e um amigo novo ensina-nos muitas coisas. Faz-nos pensar em coisas vendo-as de outra forma. Faz-nos imaginar outros mundos com as suas vivências pessoais. Ensina-nos a gostar de outras músicas, outras leituras e outros prazeres.

E é assim que você descobre que existem amigos que entram na nossa vida, sem nenhum aviso, sem frescuras e sem mentiras curando nossa feridas, alegrando nossos dias, batizando nosso coração. Eles aparecem na hora em que mais precisamos, ou que nem esperamos. Amigos que se encontram porque o destino é ser amigos, nada mais.


Will e Ivy meus mais novos amigos... Adoro ter sua amizade, contem sempre comigo da mesma forma que conto com VOCÊS!

3 Responses so far.

  1. Sopa says:

    sumido.

    curti o blog assim *-*

  2. sumido /2'

    disso tudo ae no post :)

  3. Marcela says:

    Ah, isso sim que é um post propício!
    Essa coisa de amizade é um negócio complicado, mas imagina... O que seria de nós sem elas, até as mais decepcionates? Gostei do texto, bem escrito e bem explicado.
    Então... Tudo em riba, Diego?

    P.S:Boa sorte no concurso! Alías, no "O Concurso!"
    P.S.S:O blog tá bacana! Tem bastante público também...
    P.S.S.S:Eu adorooooo P.S's!

Translate this blog

Mascote

Get the

Arquivo

About

Creative Commons

licença creative commons
O Blog "Delírios do Di" de Diego Barros É licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs.
Based on a work at www.deliriosdodi.blogspot.com.

- Copyright © Diego Barros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -