quinta-feira, 16 de junho de 2011

(Diego Marques)

Quero fugir da realidade,
Ir para um lugar onde possa viver sossegado.
Sem dúvidas, sem anseios... Sem você!
Não quero correntes que me prendam.

Estou amarrado a dor,
minha mente está abarrotada de sonhos.
Sonhos jamais realizados.
Acorrentados pela incerteza.

Me sinto preso, amarrado as angustias,
Ninguém me entende... Nem nunca entenderão
Quero ficar sozinho, me deixe!
Apague a luz e feche a porta!

Um dia quem sabe,
Me liberto de verdade.
E sigo meu caminho em paz.
Sem medos, sem perguntas, sem saída para a vida.

6 Responses so far.

  1. H.Brayan says:

    oi di ... obrigado pela visita... seu blog esta maravilhoso mesmo...
    me sinto assim neste momento tmb... inclusive ontem a noite cheguei do trabalho e fechei a porta e apaguei a luz. fiquei no meu Aquário. é bom. mas ficar comigo messo é perigoso rsrsrs
    bju

  2. Dih...

    Amei isso: Minha mente está abarrotada de sonhos.

    Amei sua gravata vermelha! rsrs

    Saudades de ti...

    Fiquei mal acostumada em te ver por finais de semana seguidos...

    Beijos.

    Sil

  3. Livinha says:

    Talvez não seja tu o que não se entende, mas o que se torna difícil de explicar...
    A saída para vida é a porta de entrada, a propria vida recomeçada...

    Lindo versos e muito reflexivo Diego...

    Bjs

    Livinha

  4. Jão says:
    Este comentário foi removido pelo autor.
  5. Jão says:

    Um dia agente começa a observar o nosso coração, dar valor a ele. E ai realmente começar a ser feliz!

    Abraços

  6. Ei,Di...
    Um passo a frente e voce não estará mais no mesmo lugar.

    BELO POEMA.
    bEIJOS

Translate this blog

Mascote

Get the

Arquivo

About

Creative Commons

licença creative commons
O Blog "Delírios do Di" de Diego Barros É licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs.
Based on a work at www.deliriosdodi.blogspot.com.

- Copyright © Diego Barros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -