quinta-feira, 14 de julho de 2011


(Dionísio Brito)

Para que vou fingir que não te amo,
Se nada do que eu diga ou faça muda o que eu sinto?
Para que vou me afogar em mágoas,
Se minha felicidade só depende de mim?

Para que vou te ligar,
Se do outro lado você finge me ouvir?
Para que me entregar a você,
Se não se entrega para mim?

Para que viver,
Se não posso ter seu amor?
Para que esperar,
Se o amanhã nunca vai chegar?

12 Responses so far.

  1. LUZ says:

    Olá Diego,

    O nosso estado de alma, pode estar, simultâneamente, positivo e negativo.
    Parece ser o caso.
    O amanhã virá, acredita.

    Abraços de luz.

  2. Um amor incorrespondido dói e Muito.
    Um dia isso passa.

    Beju ^^

  3. "Para que viver,
    Se não posso ter seu amor?
    Para que esperar,
    Se o amanhã nunca vai chegar?"

    Primeira pergunta:
    Por que Deus te deu uma vida linda, tal qual você e viver é preciso. E a vida é como uma estrada cheia de curvas, e em cada curva uma surpresa. O importante é estar aberto para receber essas surpresas como presentes para sua vida.
    segunda pergunta:
    Ah o amanhã virá sim, chegará você queira ou não. Talvez nao tão claro e ensolarado como vc espera, mas chegará. E nem precisa esperar, é somente seguir o curso e la estará ele na alvorada da vida.
    Xereta euzinha né? rsrsrsrs
    Beijokas doces e um lindo entardecer para você.

  4. Olá Diego,
    Bela poesia, embora o toque da desilusão.
    Um amor não correspondido dói, é verdade, mas não podemos parar o tempo no desapontamento e na dor.
    O amor só vale a pena quando é compartilhado.
    Amanhã, sem dúvida, chegará um amor melhor, mais intenso e mais verdadeiro.
    Abração.

  5. Voltei para lhe agradecer o carinho das palavras deixadas em meu recanto.
    Abração.

  6. Jão says:

    Por que os sonhadores, românticos se preferir, sempre se entrega, esperam, correm atras do seu amor.


    Abraços!

  7. Olá Diego, muito legal seu blog, pssei aqui para deixar-lhe um abraço e dar as boas vindas a Cia dos Blogueiros.

  8. Daniel says:

    Olá Diego, obrigado pela visita no meu blog. Bom, não esqueça meu amigo que o amanhã sempre pode chegar, mesmo que venha tarde, daqui 10 ou 20 anos. O que não vale é desistir de viver por alguém, porque este alguém ainda pode voltar pra nossas mãos de uma outra forma, em outro lugar, em outro momento. O mundo gira, e bem rápido. Fique bem amigo,

    Dan

  9. LUZ says:

    Olá Di,

    Então novidades literária?
    Me visita, eu tenho. Obrigada.

    Bjs de luz

  10. LUZ says:

    Oi Diego,

    Tudo bem?
    Já de férias?
    Me visita. Obrigada.

    Beijos de luz.

  11. Meu querido amigo,
    A forma como vemos o mundo e a vida a nossa volta é a forma como encaramos nosso dia, nosso amanhã.
    Tudo vem, tudo passa. O amanhã sempre vem e você pode vivê-lo com a mesma mediocridade de ontem ou pode torná-lo um dia super especial. Depende sim de você. Deixar que algo ou alguém defina se vamos ou não ser felizes é abrir mão de lutar pela própria felicidade.

    Adoro seu jeito de escrever. você escreve com a alma. Adoro vc também.
    Bjo, Jay

  12. Tudo muito interessante por aqui,
    Gostei muito mesmo.
    E te convido para conhecer meu espaço, caso queira dar uma olhada, seguir..;

    http://www.bolgdoano.blogspot.com/

    Muito Obrigada, desde já.

Translate this blog

Mascote

Get the

Arquivo

About

Creative Commons

licença creative commons
O Blog "Delírios do Di" de Diego Barros É licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivs.
Based on a work at www.deliriosdodi.blogspot.com.

- Copyright © Diego Barros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -